2º Módulo Escovas

2º Módulo Escovas

Brushing Fio Reto

O Fio Reto é uma das modalidades do brushing. Entendemos como tal, um corte cujas características principais são:

O cabelo deve ter um comprimento linear;
deve ter um comprimento linear;
No SOHO, o fi o reto é uma das principais peculiaridades;
A fim de que possamos obter um fi o reto de acordo com nossosobjetivos, o uso correto da escova Denman é fundamental. Para isso, um treinamento extenso e sistemático deve ser implantado a fim de que o domínio desse instrumento de trabalho seja total.

 

MOVIMENTO DA DENMAN


Para melhor memorização à nível técnico, dividimos as etapas de movimento da Denman em graus, isso sem contar com a entrada de Denman, que é um dos principais movimentos, são eles:

Todos os movimentos são de suma importância, pois, com o treinamento você adquirirá maior habilidade com a Denman, por exemplo: movimento de 180º+180º é usado nas pontas a fi m de virar levemente as pontas do cabelo. O movimento de 450º é usado em cabelos de camadas curtas, ou para acabamento do brushing Fio Reto, lembrando que é possível apoiar a mecha com as costas da Denman.

ENTRADA DA DENMAN

Mostraremos agora a sequência dos movimentos usados para a entrada no brushing Fio Reto:
1 A divisão não deve ser considerada em graus: é traçada uma linha em zigue-zague de uma orelha à outra, e também do topo da cabeça até o meio da nuca, sendo que o resto da divisão deve estar reta e nítida com espessura de 1,5 cm
2 Entrar com a Denman em 45º em relação ao caimento do cabelo;
3 Virar em 90º em relação ao caimento do cabelo. A Denman deverá ficar paralela à divisão;
4 Puxar o cabelo em 90º em relação à cabeça. A Denman fica em 45º em relação ao cabelo.

COMO FAZER BRUSHING FIO RETO

A divisão deve ser feita com o cabo do pente e mais nítida possível para melhor visualização da mecha a ser trabalhada.
Deve-se lembrar de que a divisão não deve ser considerada em graus.
Logo que dividimos o cabelo, iniciamos o brushing fio reto pela parte de trás da cabeça, executamos o movimento de 90º. Esse movimento é feito de um lado para o outro, ou seja, da esquerda para a direita e direita para esquerda, após o término desta usar o movimento de 450º para modelar comprimento e pontas da camada mais curta na nuca e, se for o caso, de uma franja. A partir da segunda ou terceira mecha, a parte central pode-se usar qualquer uma das mãos, sendo que o lado direito deverá ser feito com a mão esquerda e o lado esquerdo com a mão direita.

A sequência usada no brushing sempre será de raiz, meio e pontas. Alguns fatores:

Raiz: iniciamos pela raiz, pois é ela que determina todo o caimento e o volume do brushing;
Meio: este, como será a segunda fase, estará muito úmido, o que facilita a tensão na escova e, consequentemente, essa medida dará brilho
ao cabelo
Pontas: é a fase final do brushing e um dos pontos mais importantes do acabamento, pois se não modelarmos as pontas do cabelo com o 3º dente da Denman, ele ficará marcado e em formato de bola