7º Módulo Corte

7º Módulo Corte

Treinamento de ir e vir com a Tesoura e o Dedo

TREINAMENTO DE IR E VIR COM A TESOURA E O DEDO

Na parte superior, apoia-se a tesoura no dedo médio ou ane lar da mão oposta à que está segurando a tesoura, deixando-a paralela ao couro cabeludo (na horizontal). Com movimentos de ir e vir, abra e feche a tesoura, invertendo as funções dos dedos anelar e polegar.

TREINAMENTO NA BONECA PARA DIVISÃO DE CORTE

Em qualquer linha de corte, seja ela qual for, a primeira etapa que devemos fazer com precisão é a divisão. Ela precisa estar limpa e bem definida para que o corte seja o mais preciso possível.

  • Entrar com os dentes do pente no sentido do couro cabeludo e virar 180o, em seguida, prender a mecha com os dedos (indicador e médio);
  • O movimento, acima citado, deverá ser repetido quatro vezes, sendo que o pente deverá ser usado duas vezes com a parte mais grossa e duas vezes com a parte mais estreita.

 

CLIPS

  • A finalidade do clips é unicamente a de prender o cabelo;
  • A mecha dividida será presa com clips no sentido de baixo para cima, e usamos também o clips de cima para baixo do cabelo mais longo, da mesma forma que colocamos o grampo num cabelo preso

 

POSIÇÃO DO CABELEIREIRO

No corte básico, são três os pontos de um cabeleireiro.
Quando for cortar o lado esquerdo da parte de trás da cabeça, levamos um pouco o pé esquerdo para frente, guardando o pé direito e vice-versa. Até mudarmos os pontos, o pé não muda de lugar, apenas o corpo se desloca para a direita ou esquerda.
O cabeleireiro deve ter uma postura bonita para trabalhar, assim ajuda a agradar o cliente. A postura do cabeleireiro, ao cortar o cabelo, deve ser:

  • Perna semirreta, largura dos ombros, com os pés levemente para dentro, para ter mais apoio;
  • Perna semidobrada de acordo com a altura do cliente, devendo o peito ficar paralelo com a cabeça do cliente;
  • Contrair a barriga;
  • Cabeça ereta;
  • Ombros relaxados;
  • Concluindo, o cabeleireiro deverá ficar numa posição de cavalgar.

No SOHO, as técnicas básicas de corte são fundamentais nas três linhas: horizontal, vertical e diagonal (inclinada). Essa tese nada mais é do que uma inclinação para um desenvolvimento.